CONCLUSÃO PJe-JT

Faço os presentes autos conclusos a Vossa Excelência, em face do recebimento nesta Vara da presente Reclamatória Trabalhista, autuada através do RITO SUMARÍSSIMO, cuja Petição Inicial informa  "...Que foi contratado em 01.02.2011 pela empresa TRANSMANAUS, em  01.09.2011 foi transferido para a reclamada sem rescisão contratual, exerceu a função inicial de MOTORISTA DE ÔNIBUS URBANO por 3 meses, foi promovido para a função de INSPETOR laborando pela empresa AMAZON LIDER TRANSPORTES E TURISMO... ". 

Todavia, o Reclamante não procedeu com a autuação da Demandada  AMAZON LIDER TRANSPORTES E TURISMO, no sistema PJe-JT, não se podendo compreender, da sua exordial, para qual empresa efetivamente laborou (se para Auto Onibus ou Amazon Líder).

Além disso, o Reclamante não indicou, na peça vestibular, por quanto tempo permanecia diariamente em cada Litisconsorte.

Por fim, o Autor não procedeu com a liquidação do pleito SALDO DE SALÁRIO.

Em 17/12/2013

Silvanilde Ferreira Veiga

Diretora de Secretaria

 

DECISÃO -  PJe-JT

 

Considerando a não autuação correta da demandada em comento no sistema PJe_JT, bem como  o autor não ter se desincumbido do ônus de indicar quanto tempo permanecia diariamente em cada Litisconsorte/liquidação de valores (saldo de salario) e, ainda, a impossibilidade de aditamento à inicial nos processos que tramitam sob o rito sumaríssimo, chamo o processo à ordem para tornar sem efeito o despacho de ID 991313 e determino o arquivamento da ação, nos termos do art. 852-B, I, §1º, da CLT.extingue-se sem resolução do Mérito, nos termos do art. 267, IV, do CPC, por vício de autuaçao.

 Comino custas ao reclamante, calculadas sobre o valor arbitrado de R$2.000,00, na quantia de R$40,00, de cujo recolhimento fica isento em face da lei.

Proceda-se a baixa na pauta de audiência.

Dê-se ciência.

              Manaus, 17 de dezembro de 2013.

 

RILDO CORDEIRO RODRIGUES

Juiz Titular da 15ª Vara do Trabalho de Manaus